Conheça também outros projetos da ABIVIDRO:

Qualidade do vidro na reciclagem

A reciclagem preza pela qualidade do vidro, você sabia?

Qualidade da reciclagem do vidro

O processo de reciclagem prima pela qualidade do vidro e para sua execução é realizada uma análise prévia do material a ser reciclado – o caco de vidro – para eliminar impurezas que possam contaminar o vidro a ser produzido. Além disso, evita danificar os fornos e outros equipamentos utilizados.

Todo material reciclado passa por um beneficiamento, ou seja, as tampas e rótulos precisam ser retirados e as embalagens precisam passar por um processo de lavagem para que o resíduo seja removido.

 

Impurezas

Pedras, Cerâmicas, Concreto, Louças e Cristal

São consideradas como impurezas, produtos inorgânicos estranhos à formulação do vidro sodacal, difíceis de serem fundidos nas temperaturas do forno de fusão e que, consequentemente,possam gerar falhas ou defeitos no produto final, como pedras, cerâmicas, concreto, louças e cristal

 

Material Orgânico (plástico, papel e terra)

Em princípio volatizam às altas temperaturas, porém em excesso podem alterar a atmosfera do forno, resultando em reações químicas que alteram a cor ou criam bolhas.

 

Metais Ferrosos ou não Ferrosos

Contaminam o vidro, provocando manchas de cor totalmente diferentes do vidro base. Provocam bolhas ou aparecem no produto final na forma de defeitos metálicos e/ou pontos pretos, manchas, nuvens de bolhas, etc. O ferro metálico reage com o material refratário do forno de fusão, chegando a furar a sola e as paredes do forno, interrompendo a fabricação ou no mínimo, diminuindo a sua vida útil.

 

Vidros Farmacêuticos / Laboratório

Embalagens de vidro que contenham elementos químicos, nocivos a saúde ou corrosivos (classe 1) devem ser descontaminados antes de ir para a reciclagem. Para maior segurança, procure o Órgão Ambiental de sua região para dar o destino final adequado para o material.

 

Segregação de cacos para Reciclagem de Vidro Plano

O caco de vidro plano (float (liso) ou impresso) não deve ser misturado ao de embalagens. Sua reciclagem é feita junto às indústrias fabricantes e através de recicladores especializados, que adquirem caco junto à rede de venda de vidros de reposição para veículos. O caco laminado também pode ser reciclado por um círculo ainda menor de receptores, os quais processam o mesmo através de moagem, removendo o filme plástico de PVB (polivinilbutiral), que se limpo de forma adequada (livre de caquinhos) também pode vir a ser reciclado. Assim se você desejar reciclar algum caco de vidro plano, incluindo espelhos, a forma mais prática é oferece-o a uma vidraçaria de seu bairro, aqual participe da coleta de caco, destinando o caco gerado para um sucateiro.

OBS: O vidro aramado não é reciclável.