Conheça também outros projetos da ABIVIDRO:

Placas fotovoltaicas flutuantes poderão gerar energia para Pequenas Centrais Hidrelétricas

julho 24, 2015 Deixe seu comentário »
Placas fotovoltaicas flutuantes poderão gerar energia para Pequenas Centrais Hidrelétricas

As placas fotovoltaicas flutuantes são a nova opção para geração de energia em Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH’s)- usinas de tamanhos e potências reduzidos. O sistema, já existente em países como Inglaterra e Japão, agora chega ao Brasil.

“A expectativa em relação ao projeto é grande, especialmente no segmento das PCH´s, pois em muitas delas o volume de água disponível não é igual o ano inteiro e, em períodos de seca, será alternativa viável para equilibrar e otimizar a oferta de energia”, afirma o engenheiro Ruy Tiedje, gerente Comercial da Quantum Engenharia, empresa responsável por importar a ideia para o Brasil.

Segundo o engenheiro, a diferença entre as placas fotovoltaicas flutuantes e as instaladas de maneira convencional é somente o fato de, neste caso, os equipamentos estarem acoplados sobre os flutuadores. “O funcionamento da solução é idêntico aos demais sistemas de geração fotovoltaica, ou seja, a instalação dos módulos fotovoltaicos gera energia elétrica. “Vale lembrar que o projeto não é especificado para o armazenamento de energia, ou seja, todo potencial gerado é utilizado ou comercializado de imediato”, completa.

Para o Tiedje, a tecnologia busca aproveitar regiões já inundadas pelas usinas hidrelétricas, considerando especialmente dois aspectos: que a área já está devidamente licenciada em termos ambientais e que a infraestrutura elétrica para viabilização da energia já está preparada.

O projeto piloto foi apresentado no mês de março, em evento da Associação Brasileira de Fomento às Pequenas Centrais Hidroelétricas (Abrapch), realizado em Curitiba.

Na ocasião, as placas fotovoltaicas flutuantes foram instaladas em lago localizado em frente ao teatro da Faculdade Positivo. A estrutura contava com tamanho de 3×12 m e potência instalada de 3 Kw.

Sobre as PCHs

Atualmente existem 425 PCHs operando no Brasil, quantidade maior do que as grandes hidrelétricas, que totalizam 201 em todo território nacional. As PCHs são responsáveis por 3,5 de toda a capacidade instalada do sistema interligado nacional.

Os números da Abrapch indicam que em termos de potência instalada, esta tipologia ocupa o 3º lugar entre as fontes de energia do país, com 4,1 mil MW gerados. À frente delas, estão as termelétricas, com 27,1% da capacidade brasileira (32,4 mil MW), e as hidrelétricas maiores que 30 MW, que lideram o ranking com 66,1 % (79 mil MW).

Fonte: Portal AEC Web

Publique seu comentário

Posts Relacionados