Conheça também outros projetos da ABIVIDRO:

Universitário cria máquina para reaproveitar garrafas de vidro e criar copos

setembro 15, 2015 Deixe seu comentário »
Universitário cria máquina para reaproveitar garrafas de vidro e criar copos

Iniciativas individuais e inusitadas se tornaram comuns entre a população, e um número cada vez maior de pessoas tem encontrado diferentes maneiras para armazenar a água da chuva, reutilizar sobras de materiais e até mesmo compostos orgânicos, por exemplo. O universitário Rubens Henrique de Carvalho Maria é uma dessas pessoas, de acordo com reportagem publicada no G1 nesta segunda-feira (14).

Em dezembro de 2014, Rubens buscava maneiras para conseguir algum tipo de renda, já que estava se mudando para São Carlos, para dar início aos estudos no curso de engenharia mecatrônica da Universidade de São Paulo (USP).  Ele então juntou tijolos refratários, que suportam altas temperaturas, e componentes de um chuveiro elétrico e montou o primeiro modelo da invenção que se tornaria seu principal projeto nos meses seguintes: uma máquina que reaproveita garrafas de vidro para fabricar copos.

Mudança para São Carlos

Quando foi conhecer a república onde moraria, perguntou para os futuros colegas se estavam precisam de algum móvel ou eletrodoméstico, para que pudesse levar. E os jovens disseram que precisavam de copos. Ele se empolgou ao ver um barril abarrotado de garrafas de bebida que tinham sido utilizadas em festas produziu os copos e, em pouco tempo, passou a comercializar seu produto em outras repúblicas de estudantes.

Concurso

Segundo o G1, em maio o rapaz inscreveu seu projeto no 6º Prêmio Instituto 3M para Estudantes Universitários, que busca incentivar iniciativas sociais e ambientais e foi um dos seis finalistas entre 240 projetos inscritos. Mas não ganhou pois, segundo ele, faltaram detalhes como uma equipe e um equipamento mais desenvolvido, além de uma pesquisa mais extensa sobre o vidro e a reciclagem. É nisso que Rubens está trabalhando para os próximos concursos que pretende participar.

EcoCups

Após observar um aumento na demanda pelo produto que oferecia, o universitário montou uma equipe para ajudá-lo nas tarefas e dar o primeiro passo em direção a um empreendimento rentável.

Ele diz estar aprendendo sobre a estrutura do vidro, a gerenciar uma empresa, trabalhar em equipe e motivar as pessoas.  Rubens  tem esperanças de que isso possa ajudar não só a ele e às pessoas da cooperativa que criou, mas também na questão ambiental.

4438723

Fonte: SP4 Comunicação
Foto: Orlando Duarte Neto/ G1

Publique seu comentário

Posts Relacionados